Gênero e assistência à saúde na trajetória da primeira-dama Sarah Kubitschek

Bruno Sanches Mariante Silva

Resumo


A assistência aos necessitados tem sido, historicamente, marcada pela atuação das mulheres. No Brasil, instituições foram fundadas e comandadas por primeiras-damas da República, como Sarah Kubitschek e a Fundação Pioneiras Sociais, cuja principal atuação foi junto aos cuidados com a saúde pública, em especial a feminina. A análise das atividades assistenciais de Sarah Kubistchek, objetivo central desse texto, oportuniza refl exão sobre os papéis sociais e políticos da primeira-dama, bem como as aproximações entre papéis de gênero delimitados, a atuação na assistência e o manejo de capitais políticos.


Palavras-chave


Gênero; Assistência Social no Brasil; Assistência à saúde; Primeiro-damismo, Câncer Ginecológico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i46.6875

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex