A essência dos Heróis Marvel: as armas como pedra fundamental

Adriano Izhar Cansanção, Denilson Bezerra Marques

Resumo


O artigo expõe a apologia bélica realizada por 23 filmes de um estúdio de cinema. As personagens dominam ou se tornam armas. O aspecto bélico é evidenciado em um método de análise semiótica e a principal contribuição do estudo é aprofundar o significado atribuído às armas. Ator e objeto são unidos em um processo de essencialização para proteger a terra natal. A análise detecta um problema: a plateia interage com os ícones fílmicos sem perceber a ideologia das armas.


Palavras-chave


Vingadores; Percurso gerativo de sentido; Imagem-sintoma.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i47.6968

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex