Futebol, política e identidades

Felipe Cittolin Abal, Arthur Lodi

Resumo


O trabalho discute o uso político do futebol e a liberdade de expressão das torcedoras nos estádios. Com isso, busca demonstrar como o ato de torcer está relacionado com a representação e a expressão da identidade feminina. Enquanto campo social específico, o esporte também reproduz as lutas pelo monopólio da função legítima que ele deve ter na sociedade. Sendo o futebol um fenômeno sociocultural, torcer também é um ato político de resistência para as mulheres.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i47.8619

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex