A condução da crise sanitária da Covid-19 pelo governo Bolsonaro: efeitos sobre os povos indígenas e a floresta amazônica

Mateus Webber Matos

Resumo


O objetivo deste trabalho é compreender em que medida as (in)ações da gestão Bolsonaro foram importantes para a realidade indígena e amazônica ao longo da pandemia da Covid-19. Deseja-se compreender de que maneira os indígenas e a floresta amazônica foram afetados pela condução da crise da Covid-19 pelo governo de Bolsonaro. Será realizada pesquisa bibliográfica a partir de uma metodologia qualitativa. Concluiu-se que Bolsonaro criou entraves para a mitigação da crise sanitária vivida pelas populações indígenas.


Palavras-chave


Bolsonaro; Amazônia; Povos Indígenas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i48.8941

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex