O USO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO PROCESSO DE AUTOAVALIAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS FEDERAIS DO NORDESTE

Maria do Socorro Maia Silva, Sueli Maria de Araújo Cavalcante

Resumo


Após uma década de implementação do Sistema Nacional de Avaliação (SINAES) e da realização da autoavaliação institucional como um dos componentes dessa política, faz-se necessário investigar os instrumentos utilizados na avaliação interna das universidades públicas federais. Nesta perspectiva, esse artigo tem como objetivo identificar o impacto do uso de ferramentas da tecnologia da informação na autoavaliação de universidades públicas federais, situadas no Nordeste do Brasil, visando a contribuir com o desenvolvimento da autoavaliação nas instituições e com a melhoria desta política nacional. Abordam-se aspectos conceituais sobre a educação e o desenvolvimento tecnológico e também sobre Autoavaliação Institucional e a Comissão Própria de Avaliação (CPA). Caracteriza-se como uma pesquisa do tipo exploratório e descritivo com abordagem qualitativa, baseada na exploração de fontes primárias, através dos relatórios de autoavaliação das 19 universidades públicas federais nordestinas, constituindo, assim, amostra intencional e não probabilística. Os resultados do trabalho permitem concluir que 90% das universidades pesquisadas fazem uso de alguma ferramenta tecnológica em seu processo de autoavaliação como subsídio na coleta e na análise dos dados, o que pode ser tomado como uma das possibilidades de aprimoramento dos instrumentos da avaliação institucional, contribuindo, portanto, com o desenvolvimento dessa prática nas instituições e com a melhoria da política nacional de avaliação.


Palavras-chave


Avaliação; Desenvolvimento Tecnológico; Ensino Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2316-5537.16.24

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2316-5537

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000