A mediação dos sentidos e os sentidos da mediação

Rosa Maria Zaia Borges

Resumo


Um dos grandes desafios para um efetivo acesso à justiça é a construção de uma nova racionalidade na composição dos conflitos sociais. Falar em nova racionalidade, para o presente artigo, é falar sobre a promissora prática da mediação de conflitos. Portanto, o objetivo está na apresentação de uma teoria da mediação focada em seu aspecto comunicacional enquanto princípio orientador. Direcionando os estudos para as práticas discursivas, pretende-se demonstrar como a diferenciação entre enfoques comunicacionais implicam na prática da mediação como negociação de sentidos. Como resultado, apresenta-se um conceito (e um sentido!) de mediação considerado adequado à democratização do acesso à justiça.


Palavras-chave


Mediação de Conflitos; Práticas Discursivas; Negociação de Sentidos; Acesso à Justiça.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/redes.v5i1.3271

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista REDES - ISSN 2318-8081

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Canoas/RS Cep: 92.010-000.

Prédio 6.


Indexadores


DiadorimDOAJLatindexDialnet
Google Academicos
CiteFactorOCLCCrossrefPeriódicos
BASESumários