Intervenção fisioterapêutica pediátrica na Síndrome de Leigh: relato de caso

Bruna Frata, Anelise Sonza, Natalia Alves Menegol, Dayane Montemezzo, Luciana Sayuri Sanada

Resumo


Objetivo: o objetivo deste estudo de caso foi descrever uma intervenção fisioterapêutica em um menino de 5 anos com Síndrome de Leigh (LS). Método: o equilíbrio foi testado por meio da Escala de Equilíbrio Pediátrico (PBS) e a função nas atividades da vida diária foi medida com a avaliação Pediátrica do Inventário de Incapacidade (PEDI). Além disso, a distribuição da pressão plantar (PPD) foi medida durante uma velocidade auto selecionada, caminhando em uma plataforma de detecção capacitiva. A intervenção baseou-se no uso de cinesioterapia, recursos sensoriais e proprioceptivos, em sessões de 50 minutos, duas vezes por semana, durante 10 semanas. Resultados: O presente estudo demonstrou ganhos para a criança em relação ao equilíbrio durante a marcha. Da mesma forma, foi observada a melhora do controle postural, planejamento de tarefas e outras habilidades. Conclusão: A intervenção fisioterapêutica neste relato de caso para a Síndrome de Leigh foi eficaz e poderia servir de base para estudos futuros ou intervenção em terapia clínica que segue esse tipo de tratamento.


Palavras-chave


Doença de Leigh; Alterações das habilidades motoras; Criança; Fisioterapia, Desenvolvimento Motor.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v8i2.6592

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000