A polissemia da diferença: um estudo comparativo sobre a avaliação da qualidade no Ensino Superior entre Brasil, Chile e Colômbia

Marisa Claudia Jacometo Durante, Janete Rosa da Fonseca

Resumo


A avaliação da qualidade é vista como um fenômeno social. Requer dos atores uma compreensão de sua inserção no seio da sociedade, de suas expectativas, de suas formas de compromisso, de uma combinação equilibrada entre fatores e parâmetros de ordem qualitativa e quantitativa. Nesse sentido, o objetivo desse artigo foi apresentar um estudo comparativo sobre a avaliação da qualidade no ensino superior entre Brasil, Chile e Colômbia. A proposta de pesquisa aqui delineada diz respeito a realização de uma análise comparada na perspectiva de Popper (2010). Considera-se que no caso do Brasil é preciso pensar na questão da subjetividade dos avaliadores em confronto com a objetividade extrema do instrumento de avaliação. Com relação a Colômbia percebesse que esta objetividade também existe, porém utiliza-se das contribuições dos avaliadores a partir de suas competências pedagógicas e dos objetivos institucionais. O Chile caminha para a continuidade da discussão existente em torno da busca pela qualidade no Ensino Superior. Nesse sentido, uma avaliação deve ser construtiva e emancipatória, uma vez que não existe o instrumento perfeito para avaliar um conceito tão subjetivo como o de instituição de qualidade.

Palavras-chave: Avaliação da Qualidade; Ensino Superior; Estudo Comparativo.

Resumen

La evaluación de la calidad es vista como un fenômeno social. Actores requiere una comprensión de su integración en la sociedad, sus expectativas, sus formas de compromiso, una combinación equilibrada de los factores y parámetros de orden cualitativo y cuantitativo. En este sentido, el objetivo de este trabajo es presentar un estúdio comparativo de aseguramiento de la calidad en la educación superior de Brasil, Chile y Colombia. La propuesta de investigación descritos aquí se refiere a la realización de un análisis comparativo en el contexto de Popper (2010). Se considera que en el caso de Brasil, es necesario examinar la cuestión de la subjetividad de los evaluadores, en comparación con la objetividad extrema del instrumento de evaluación. Em cuanto a Colombia se da cuenta de que esto también existe objetivamente, sino que utiliza las contribuciones de lós evaluadores de sus habilidades de enseñanza y los objetivos institucionales. Chile se mueve a continuar con el debate que existe en torno a la búsqueda de la calidad en la educación superior. En este sentido, una evaluación debe ser constructiva y emancipadora, ya que no existe un instrumento perfecto para evaluar un concepto tan subjetivo como uma institución de calidad.

Palabras-clave: Evaluación de la Calidad. De Educación Superior. Estudio comparativo.


Palavras-chave


Avaliação da Qualidade; Ensino Superior; Estudo Comparativo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/282

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex