Ensaio sobre Marx e Engels, Mészáros e o Problema da Ideologia

Alexandre de Jesus Santos, Mailton Rocha Pereira

Resumo


A discussão no campo da ideologia está longe de ser superada. Com frequência nos deparamos com autores diversos, cada um a seu modo, tentando realizar um esforço de sistematização do conceito, tanto no campo do marxismo quanto fora dele. Nota-se, neste processo, uma tendência interpretativa na esfera da gnosiologia, supostamente em nome de Marx e Engels, que busca restringir o conceito à noção de “falsa consciência” entendendo a ideologia como uma percepção falseada e equivocada dos sujeitos sobre a realidade. Neste ensaio, objetivamos demonstrar que não há nos autores supracitados nenhum simplismo que nos permita reduzir a ideologia à noção de falsa consciência. Além disso, propomos uma aproximação e uma continuidade teórica entres as formulações realizadas por Marx e Engels na obra A ideologia alemã e por Mészáros em O poder da ideologia nas quais o conceito aparece como consciência social prática amplamente articulada à luta pelo controle do metabolismo social. 


Palavras-chave


Ideologia; Imperativo Material; Metabolismo Social.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i39.4646

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000