Igualdade de gênero no governo e a qualidade dos cargos ministeriais ocupados por mulheres

Erivelto Amarante

Resumo


O artigo analisa a igualdade de gênero em cargos ministeriais a partir do banco de dados da ONU sobre o recrutamento de mulheres para o primeiro escalão de governo. Nosso objetivo é medir o grau de prestígio das pastas considerando a classificação proposta por Escobar-Lemmon e Taylor-Robinson. Trabalhamos com a hipótese de que a maior parte dos postos chefiados por mulheres sejam de baixa visibilidade. O resultado apontou que os ministérios mais relevantes continuam sendo comandados por homens e que as mulheres ocupam pastas temáticas de baixo prestígio.

Palavras-chave


Representação; Mulheres; Recrutamento Ministerial; Elites políticas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i46.7987

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex