O Papel das Universidades no Fomento às Políticas Públicas de Economia Solidária no Estado do Rio de Janeiro

Carlyle Tadeu Oliveira, Barbara Teles, Edgard Rodrigues, Norma Chavao

Resumo


A Economia Solidária, como alternativa atenuante ao modo de produção vigente, utiliza-se do cooperativismo e da autogestão, para que o consumo e as relações sociais possam se dar de forma mais humana, solidária e sustentável. Esse movimento passa a envolver as universidades, por meio de políticas públicas, cujos objetivos são a formação e disseminação da atividade econômica solidária. Assim, a finalidade deste trabalho é verificar como as universidades do estado do Rio de Janeiro têm contribuído para a consolidação do movimento da economia solidária na região fluminense, identificando quais ações têm sido realizadas para esse propósito e o que se pode fazer para que essas instituições de ensino sejam mais ativas para o crescimento da economia solidária. Para esta pesquisa, de natureza qualitativa, foi realizada uma investigação exploratória e descritiva em sites e repositórios de universidades que identificou as ações das principais instituições de ensino superior, públicas e privadas, do Rio de Janeiro. Os resultados mostram a predominância das universidades públicas na disseminação do tema economia solidária no estado, por meio de ações de extensão, ensino e pesquisa e um silêncio sobre o tema por parte das universidades privadas. Desse modo, observou-se possibilidades de crescimento da participação acadêmica nas estratégias universitárias envolvendo universidades, economia solidária e comunidades , com vistas a formas de produção mais sustentáveis.


Palavras-chave


Economia Solidária; Políticas Públicas; Universidades

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i49.9095

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex