Política criminal contemporânea e neoliberalismo

Fabio da Silva Bozza

Resumo


Este trabalho demonstra duas das principais formas de pensar os fenômenos do delito e da pena. Uma, como história das ideias sobre a pena, outra, como uma economia política da pena. Por optar pela segunda forma como método de reflexão, em conjunto com elementos oriundos da psicanálise, chega-se à conclusão de que o direito penal é incapaz de funcionar como instrumento de controle da criminalidade nas sociedades neoliberais contemporâneas.


Palavras-chave


Economia Política da Pena; Neoliberalismo e Psicanálise; Controle Social; Criminologia Crítica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2116

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista REDES - ISSN 2318-8081

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Canoas/RS Cep: 92.010-000.

Prédio 6.


Indexadores


DiadorimDOAJLatindexDialnet
Google Academicos
CiteFactorOCLCCrossrefPeriódicos
BASESumários