Percepção da imagem corporal e estado nutricional de crianças em escola pública e privada de Fortaleza-CE

Gabriela Ferreira Martins, Aline Teixeira da Silva, Paula Alves Salmito Rodrigues, Rafaella Maria Monteiro Sampaio

Resumo


Objetivos: Descrever a percepção da imagem corporal de crianças ao seu estado nutricional em uma escola pública e particular de Fortaleza-CE. Metodologia: Estudo transversal, com amostra de 247 alunos na faixa etária de 7 a 10 anos de ambos os sexos. Foi realizada a avaliação antropométrica e a análise da percepção da imagem corporal, através da aplicação da escala de silhuetas. Resultados: A escola privada apresentou maiores índices de obesidade destacando o sexo masculino (46%). Em relação à distorção da imagem corporal entre as escolas, obtiveram-se percentuais elevados e semelhantes, com destaque para a escola particular (78%) e ênfase nos meninos, os quais subestimavam sua imagem. Na insatisfação, a escola privada obteve os maiores índices (90%), com predominância também nos meninos. Constatou-se que a maior parte da amostra insatisfeita desejava ter uma silhueta menor (58%) e que, na escola privada, os maiores índices de insatisfação eram pertinentes aos meninos com excesso de peso (52%). Conclusões: Há indícios de distorção e insatisfação corporal em ambos os sexos e escolas, com enfoque no gênero masculino, e os níveis de insatisfação sobressaem nos indivíduos com excesso de peso. Evidencia-se, portanto, uma relação significativa entre o estado nutricional e a percepção da imagem corporal.


Palavras-chave


Imagem Corporal; Crianças; Estado Nutricional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v6i3.4977

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2317-8582

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000