Família e Mulheres: representações docentes e implicações sobre gênero

Fabiane Freire França, Viviane Cristina Ferreira Gloor

Resumo


O presente artigo apresenta os principais resultados referentes a um projeto realizado entre 2011 e 2012 com docentes de uma escola municipal de Campo Mourão, Paraná. O intuito do trabalho foi o de investigar as representações das professoras participantes da pesquisa no que diz respeito às mulheres e à família, tendo como objeto de estudo as narrativas apresentadas em sala de aula e nos encontros estabelecidos para discussão de alguns temas geracionais, a citar: gênero, sexo e sexualidade na educação escolar. Fundamentando-se em literatura especializada (BOURDIEU, 2010; LOURO, 1997; 2007) e nos pressupostos teórico-metodológicos dos estudos de gênero, que nos apresentam um panorama sobre as mulheres e a constituição da família ao longo da história, foram realizadas observações no campo de atuação das docentes e um grupo de estudos quinzenal com as mesmas. As narrativas expostas permitiram responder quais eram as representações sobre família e mulher apresentadas por professoras das séries iniciais do ensino fundamental no atual contexto educacional e, sobretudo, possibilitaram concluir que, apesar de reconhecerem que a divisão sexual do trabalho hierarquiza as relações entre gêneros, as professoras ainda legitimam a posição de subordinação das mulheres.


Palavras-chave


Educação; Família; Mulher; Gênero

Texto completo:

PDF

Referências


ALBORNOZ, S. (coord.). Na Condição de Mulher. Santa Cruz do Sul: Faculdades Integradas de Santa Cruz do Sul, 1985.

ARANHA, M. L. de A. Filosofia da Educação. 2ª ed. São Paulo: Moderna, 1990.

BOURDIEU, P. A Dominação Masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

LOURO, G. L. Gênero, Sexualidade e Educação: uma perspectiva pós-estruturalista. 6ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

______. Pedagogias da sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes. (org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. p. 7-34.

PERROT, M. Mulheres Públicas. Tradução de Roberto Leal Ferreira. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998.

SAFFIOTI, H. I. B. Gênero, Patriarcado, Violência. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2004. – (Coleção Brasil Urgente).

SCOTT, J. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade, Porto Alegre, V. 20, n. 2, p. 71-99, jul./dez. 1995.

SILVA, Tomaz Tadeu da (org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

______. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

SOUZA, R. F. Androcentrismo. Disponível em: . Acesso em 16.08.2012.

WEEKS, J. O Corpo e a Sexualidade. In: LOURO, G. L. (org.). O Corpo Educado: pedagogias da sexualidade. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

WORTMANN, M. L. C.; VEIGA-NETO, Alfredo. Estudos Culturais da Ciência & Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1222

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex