Recorte da experiência psicopedagógica clínica: Possibilidades de aplicação do inventário portage operacionalizado com sujeito com transtorno do espectro autista

Cristina Martins, Gilca Lucena Kortmann

Resumo


A dinamicidade da sociedade atual faz emergir mudanças sociais, econômicas e culturais. Com isso, o problema do fracasso escolar se destaca nas escolas, implicando na busca de profissionais capacitados a atuarem neste cenário. Então, com o diagnóstico e a intervenção psicopedagógica clínica em uma abordagem sistêmica, se busca investigar novas possibilidades de instrumentos de avaliação da aprendizagem, onde se destaca o Inventário Portage Operacionalizado (IPO). Desta forma, objetiva-se elucidar-se se por meio da utilização do IPO seria possível promover a estimulação precoce, em uma abordagem psicopedagógica sistêmica, com sujeito acometido por um Transtorno do Espectro Autista. Assim, fez-se um recorte da experiência psicopedagógica clínica, tendo como metodologia a abordagem qualitativa no âmbito de estudo de caso. No que tange a amostragem, delimitou-se um sujeito do sexo masculino, com idade de 2 anos, atendido semanalmente em uma clínica privada. Ao final, evidenciaram-se resultados satisfatórios com a utilização do instrumento IPO na abordagem psicopedagógica sistêmica, junto à perspectiva de estimulação precoce.

Palavras-chave


Psicopedagogia Clínica; Transtorno do Espectro Autista; Inventário Portage Operacionalizado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1716

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex