Avaliação, qualidade e universidade na dicotomia educar/instruir: um diálogo possível entre José Saramago e a pesquisa em Educação Superior

Edgar Domingo de Albuquerque

Resumo


Neste trabalho apresento uma relação entre os conceitos educação e instrução dentro da perspectiva da avaliação da educação superior e no contexto da tensão contemporânea sobre o papel das instituições de ensino superior, mais propriamente, a universidade. Para estabelecer a distinção entre os atos de instruir e educar, faço uso de uma conferência proferida pelo escritor português José Saramago, prêmio Nobel de Literatura no ano de 1998, intitulada “Democracia y Universidad”, na data de 17 de outubro de 2005 na abertura do Fórum Complutense 2005-2006 da Universidade Complutense de Madrid, na qual Saramago apresenta um conjunto de críticas e considerações sobre a educação no momento atual. Para tecer as relações entre o texto de Saramago e o cenário da avaliação da educação superior, faço uso da problematização de alguns pesquisadores brasileiros voltados a essa questão, com o objetivo de construir um diálogo entre a percepção deste influente literato da contemporaneidade e o debate acadêmico, buscando suas proximidades desde seus pontos de vistas aparentemente desconexos.

Palavras-chave: Avaliação; Educação Superior; Educação; Instrução; Universidade

Palavras-chave


Avaliação; Educação Superior; Educação; Instrução; Universidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex