A hidra e suas cabeças: análise de quatro representações sobre a universidade

Ricardo Cortez Lopes

Resumo


A universidade, quando apreciada em uma perspectiva aprofundada, apresenta grandes modificações estruturais ao longo do tempo e de acordo com a cultura onde ela se insere. O intento desse estudo é deter-se nas representações morais de como a universidade deve ser por meio das representações sociais morais, que se fortalecem em determinados momentos históricos, mas que nunca deixam de se digladiar para dizer o que a universidade é ou deve ser. A pesquisa foi realizada por meio de pesquisa documental com normativas e relatórios da UFRGS, com o objetivo de mostrar como esses paradigmas vão sendo refletidos nos diferentes documentos produzidos pela gestão. O resultado foram quatro representações morais: a escolar, a republicana o democrática e o utilitária, o que dá a ideia de que, por mais que seja uma mesma instituição, a universidade conta com tanta variabilidade interna que é possível compará-la com a Hidra, serpente mitológica que possuía múltiplas cabeças.

Palavras-chave


Universidade; Escolar; Republicana; Democrática; Utilitarista.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v26i1.6608

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000