Processos de In/Exclusão: Trajetórias, Tensionamentos e Desafios da Educação de Surdos em Chapecó/SC

Nicolle Eduarda Martinelli, Patrícia Graff

Resumo


O presente trabalho tem como tema a Educação de Surdos. Tendo como objetivo conhecer a trajetória da Educação de Surdos no município de Chapecó/SC, caracteriza-se por uma abordagem qualitativa e parte de uma análise bibliográfica de teses e dissertações da BDTD e do IBICT. O Grupo Focal apresenta-se como estratégia metodológica principal da estruturação da pesquisa e construção dos dados para análise. As participantes da pesquisa são professoras ouvintes que atuaram/atuam na rede pública de ensino, na Educação de Surdos, e que participaram ativamente na construção das políticas voltadas à esta modalidade de ensino. Como resultado, constatou-se que o percurso analisado se constituiu de modo semelhante às ações empreendidas a nível nacional e mundial, com ênfase no oralismo, na comunicação total e no bilinguismo. Destaca-se ainda a urgência de retomar as discussões para a constituição de uma Política Nacional de Educação Bilíngue, para a construção de uma escola bilíngue inclusiva, que receba todos os estudantes, que respeite os direitos linguísticos dos surdos e que se efetivem os processos de ensinar e de aprender.


Palavras-chave


Educação Inclusiva; Santa Catarina; Políticas Educacionais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v26i1.7516

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000