Pode o Direito ser Interdisciplinar? Dimensões da Produção Científica sobre Gênero na Pós-graduação em Direito no Brasil (2007-2016)

Antônio Lopes de Almeida Neto, Fernando da Silva Cardoso

Resumo


O presente estudo relaciona como a categoria ‘gênero’ vem sendo tematizada na pesquisa jurídica. Para tanto, são analisadas quais as áreas e subáreas da produção de conhecimento em direito que se interseccionam com os estudos de gênero, tendo a pós-graduação stricto sensu em Direito brasileira enquanto contexto de reflexão. De abordagem mista, o universo de investigação eleito compreende a análise de 519 produções científicas sobre ‘direito e gênero’, presentes no catálogo de Teses e Dissertações da CAPES, e defendidas entre os anos de 2007 e 2016. Os resultados obtidos apontam para um grande número de pesquisas jurídicas sobre gênero que estão voltadas à abordagem desta categoria em uma perspectiva marcada pelo dogmatismo. Além disso, que as produções relacionadas não articulam as investigações sobre essa categoria com base em aportes inter ou transdisciplinares, perfazendo a reflexão sobre questões de gênero com base em um caráter tecnicista.

Palavras-chave


Direito; Interdisciplinaridade; Gênero; Brasil; CAPES;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/redes.v8i3.5397

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista REDES - ISSN 2318-8081

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Canoas/RS Cep: 92.010-000.

Prédio 6.


Indexadores/Catálogo


DiadorimLatindexDialnet
BASEISSN

 

<!-- Histats.com