Discriminação, preconceito e dominação: a luta das mulheres por mais espaço e representação na sociedade brasileira

Luana Inês Damke, Cristina Anita Cassol, Clandia Maffini Gomes

Resumo


O presente estudo traz uma abordagem sobre o trabalho das mulheres e as relações de gênero na agricultura familiar e tem por objetivo abordar e discutir alguns pontos relativos a evolução do trabalho feminino, a discriminação, preconceito e dominação sofridos por elas nas relações sociais e de trabalho. A partir de tudo o que é visto e abordado, é possível afirmar que a mulher, há muito tempo foi condicionada e submetida a ocupar posições secundárias em casa e na sociedade. Primeiramente pela força, e depois, por meios mais sutis como a criação de leis e toda uma cultura machista e patriarcal. Embora tenham ocorrido avanços significativos na conquista de espaços políticos de expressão e reconhecimento, na possibilidade de acesso à educação, na capacidade de desempenho profissional das mulheres, impasses relativos ao trabalho doméstico ainda são questões cruciais a serem resolvidas.

Palavras-chave


Trabalho; Mulheres; Machismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/dialogo.v0i40.4926

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-9024

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000

 

Indexadores

DiadorimLatindex