Um estudo sobre cultura material escolar no ensino de primeiras letras: escolas de Triunfo, RS (década de 1880)

Gabriela Portela Moreira, Cleusa Maria Gomes Graebin

Resumo


Este trabalho está inserido no campo de estudos em História da Educação e tem o objetivo de analisar a situação da Instrução Pública no município de Triunfo, na então Província do Rio Grande do Sul, na década de 1880. Centra a atenção no que se constituíam como alguns dos suportes para o desenvolvimento das aulas: materiais pedagógicos, utensílios e mobiliário escolar. A pesquisa é um recorte de investigação mais ampla, voltada para a história da escola e da educação no Rio Grande do Sul, realizada a partir do acervo do Museu Histórico La Salle (MAHLS) e dos Fundos documentais do Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (AHRS). Constatamos o emprego, pelas autoridades constituídas, de poucos recursos para a instrução pública, o que justificava o cuidado com objetos e mobiliário escolar, a fim de evitar desperdício de recursos materiais e financeiros e despesas com depósitos e locais para a sua guarda. Também, a pesquisa possibilitou a compreensão da formação de uma rede de comércio de mobiliário escolar e de seus agentes, notadamente no espaço em estudo.

Palavras-chave: Instrução Pública; Cultura material escolar; Triunfo (RS).


Palavras-chave


Instrução Pública; Cultura Material Escolar; Triunfo (RS)

Texto completo:

PDF

Referências


ARRIADA, Eduardo; TAMBARA, Elomar (org). Leis, atos e regulamentos sobre educação no período imperial na província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Brasília, DF SBHE INEP, 2004.

ARRIADA, Eduardo; TAMBARA, Elomar. A cultura escolar material, a modernidade e a aquisição da escrita no Brasil no século XIX. Educação. Porto Alegre, v. 35, n. 1, p. 73-88, jan./abr. 2012.

BASTOS, Maria Helena C. O ensino mútuo no Brasil (1008-1827). In: ______ e FARIA FILHO, Luciano Mendes (orgs). A Escola elementar no século XIX: o método monitorial/mútuo. Passo FundoRS: Ediupf, 1999, p. 95-118.

BASTOS, Maria Helena Camara. O Novo e o Nacional em revista: A Revista do Ensino do Rio Grande do Sul (1939-1942). 1994. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de São Paulo. São Paulo.

BACELLAR, Carlos. Uso e mau uso dos arquivos. In: Fontes Históricas. PINSKY, Carla Bassanezi (Org.). São Paulo: Contexto, 2005.

BUCAILLE, Richard e PESEZ, Jean Marie. Cultura Material. In: Enciclopédia Einaudi. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1989, v.16.

CASTRO, Raquel Xavier de Souza. Da Cadeira às Carteiras Escolares Individuais: Entre Mudanças e Permanências na Materialidade da Escola Primária Catarinense (1836- 1914). 2009. 111 f. Mestrado em Educação. Universidade Do Estado De Santa Catarina, Florianópolis.

CASTRO, César Augusto (Org.). Cultura material escolar: a escola e seus artefatos (MA, SP, PR, SC e RS, 1870-1925). São Luis: EDUFMA, Café & Lápis, 2011.

CRUZ, Mariléia dos Santos. A Abordagem sobre a história da educação dos negros. In: ROMÃO, Jeruse (Org.). História da Educação do Negro e outras histórias. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. 2005.

DE PROVÍNCIA de São Pedro a Estado do Rio Grande do Sul – Censos do RS 1803-1950. Fundação de Economia e Estatística. Porto Alegre, 1981.

FARIA FILHO, Luciano Mendes. Dos Pardieiros aos Palácios: Forma e cultura escolares em Belo Horizonte – 1906/1918. 1996. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de São Paulo. São Paulo.

FARIA FILHO, Luciano Mendes de et al. A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação brasileira. Educação e pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 139-159, 2004. Disponível em: acesso em 15 mar. 2015.

GINZBURG, Carlo. O Queijo e os Vermes. SP, Cia das Letras, 1987.

FREITAS, Sebastião Moacir de (org.). Guia Completo dos Municípios do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Sagra/DC Luzzatto, 1993.

LIMA, Gláriston dos Santos. A Cultura Material Escolar: desvelando a formatação da Instrução das Primeiras Letras na Província de Sergipe (1834-1858). 2007. 135 f. Mestrado em Educação. Fundação Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão.

MANACORDA, Mário Alighiero. História da Educação: da antiguidade aos nossos dias. 11 ed. São Paulo: Cortez, 2004.

NETO, Kraemer. Nos tempos da velha escola. Porto Alegre: Sulina, 1969.

PESEZ, Jean Marie. A História da Cultura material. In: LE GOFF, Jacques. A nova história. Coimbra: Almedina, 1990, p. 183-208.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da Educação no Brasil. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 1985.

SCHNEIDER, Regina Portella. A instrução pública no Rio Grande do Sul (1770-1889). Porto Alegre: EST, 1993.

SOUZA, Rosa Fátima de. História da Cultura Material Escolar: Um balanço inicial. BENCOSTA, Marcus Levy (Org.). Culturas Escolares, Saberes e Práticas Educativas: itinerários Históricos. São Paulo: Cortez, 2007.

TAMBARA, Elomar. A educação no Rio Grande Do Sul sob o castilhismo. Pelotas: Ed. UFPel, 1991.

VIDAL, Diana Gonçalves. Culturas escolares: estudo sobre práticas de leitura e escrita na escola pública primária (Brasil e França, final do século XIX). Tese (Livre-Docência). Programa de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo. São Paulo: 2004.

VIDAL, Diana Gonçalves. O exercício disciplinado do olhar: livros, leituras e práticas de formação docente no Instituto de Educação do Distrito Federal (1932-1937). Tese (Doutorado em Educação). Universidade de São Paulo. São Paulo, 1995.

XAVIER, Ana Paula da Silva; MARQUES, Abimael Antunes. Cultura material escolar na Província De Mato Grosso. In: Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. 6. 2006. Uberlândia. Anais eletrônicos... Universidade Federal de Uberlândia. Disponível em . Acesso em 15 maio 2017.

Documentos legais consultados

BRASIL, Constituição (1824). Constituição Política do Imperio do Brazil. Rio de Janeiro, RJ. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao24.htm acesso em 29 de novembro de 2017.

BRASIL – REINO. Decreto de 30 de junho de 1821. Permite a qualquer cidadão o ensino, e abertura de escola de primeiras letras, independente de exame e licença. Coleção das Leis do Brasil de 1821 – Parte I. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1889. BRASIL.

______. Decisão n. 138 do Ministério da Guerra de 11 de junho de 1824. Sobre os Militares vindos das Províncias para se instruírem no método do Ensino Mútuo. Coleção das Decisões do Governo do Império do Brasil de 1824. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1886.

______. Aviso n. 49 do Ministério dos Negócios do Império de 26 de fevereiro de 1825. Pede informações sobre a instrução pública nas Províncias. Coleção das Decisões do Governo do Império do Brasil de 1825. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1885.

______. Aviso n. 182 do Ministério dos Negócios do Império de 22 de agosto de 1825. Manda promover nas Províncias a introdução e o estabelecimento de Escolas públicas de primeiras letras pelo Método Lancasteriano. Coleção das Decisões do Governo do Império do Brasil de 1825. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1885.

______. Lei de 15 de outubro de 1827. Manda criar escolas de primeiras letras em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império. Coleção das Leis do Império do Brasil de 1827 – primeira parte. Rio de Janeiro: Tipografia Nacional 1878, p. 71-73. ______.

______. Lei de 16 de agosto de 1834. Manda inspecionar os estabelecimentos de ensino. Coleção das Leis do Império do Brasil de 1834. Rio de Janeiro: Tipografia Nacional 1878.

_____. Decisão n. 8 do Ministério dos Negócios do Império, de 10 de janeiro de 1828. Pede uma relação de todos os colégios e casas de educação existentes nas províncias e dá providências relativas aos mesmos estabelecimentos. Coleção das Decisões do Governo do Império do Brasil de 1828. Rio de Janeiro: Tipografia Nacional, 1878. ______.

______. Decreto de Decreto nº 7.247, de 19 de abril de 1879. Reforma do Ensino primário e secundário. Coleção das Decisões do Governo do Império do Brasil de 1879. Rio de Janeiro: Tipografia Nacional, 1879.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v24i1.4949

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000