Educação inclusiva e ensino de química em escolas públicas: uma análise em contexto real

Talita Cristina Raiol Carvalho, Clara Virgínia Vieira Carvalho Oliveira Marques

Resumo


A visão e o trato sobre questões da pessoa com deficiência encontram-se hoje imersos numa perspectiva de atenção aos direitos básicos dos cidadãos. A prática efetiva do direito à educação à todos(as) os(as) brasileiros(as) é um fato a ser considerado em todas as áreas de ensino, inclusive no que se refere ao campo das ciências exatas, por se apresentar como necessário para a formação de cidadãos críticos, participativos e conscientes do seu papel na sociedade. Dessa forma, o objetivo deste artigo é apresentar resultados de uma investigação que buscou revelar o cenário da educação inclusiva frente ao ensino de química existente em três escolas públicas estaduais. A pesquisa baseou-se na perspectiva de investigação qualitativa e portanto, utilizou-se de questionários e entrevistas aplicados a professores de química e aos gestores para se obter o panorama inclusivo dessas escolas. Os resultados sinalizaram que o processo de inclusão escolar encontra-se em fase embrionária, ocorrendo de forma tímida, sendo bastante perceptível as características de um ensino tradicional e não inclusivo. Salienta-se que todos os professores entrevistados declaram preocuparem-se com a presença de alunos com deficiência nas suas salas, porém, verificou-se pouca ou nenhuma formação inicial ou continuada desses professores em relação as questões que possibilitem efetivar uma educação inclusiva. Outro ponto que chamou atenção foi a falta de parcerias eficazes entre escolas, Secretaria Estadual de Educação e Governo que acabam resultando em grandes entraves para que a inclusão escolar de fato aconteça.


Palavras-chave


Educação Inclusiva; Formação de Professores; Ensino de Química

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Jerusa Ferreira de. Ensino de química no âmbito da educação inclusiva: um estudo a partir dos anais dos encontros nacionais de ensino de química de 2004-2014. TCC (Graduação em Química) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, Anápolis, 2015.

ARRUDA, Aparecida Luvizotto Medina Martins; SILVA, Ana Paula Mesquita da. O Papel do Professor Diante da Inclusão Escolar. Revista Eletrônica Saberes da Educação. v. 5, nº 1, p 1-29, 2014. Disponível em: https://docs.uninove.br/arte/fac/publicacoes_pdf/educacao/v5_n1_2014/Ana_Paula.pdf. Acesso em: 15 nov 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, p. 62, 2015. Disponível em: http://abridef.org.br/conteudoExtra/abridef-arquivo-2016_07_05_09_49_50-361.pdf. Acesso: 6 nov.2018.

AUSUBEL, D.P; NOVAK, J. D; HANESIAN, H. Psicología educativa: un punto de vista cognóscitivo. México: Trilhas, 1982.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BENITE, A. M. C. et al. Formação de professores de ciências em rede social: uma perspectiva dialógica na educação inclusiva. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências,[s. l.], v. 9, n. 3, p. 1-21, 2009. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/3997. Acesso em: 8 nov.2018.

BEZERRA C.P, Pagliuca LMF. As relações interpessoais do adolescente deficiente visual na escola. Revista Gaúcha de Enfermagem. v.28, n.3, p. 315-323, 2006. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/4677. Acesso em: 8 nov.2018.

BLISS, J.M., M.; OGBORN, J. Qualitative data Analyses for educational research: a guide of systemic network. London: Croom Helm, 1983.

Brasil. Presidência da República.Secretaria de Direitos Humanos. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (2007).Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência: protocolo facultativo à convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência: decreto legislativo nº 186, de 09 de julho de 2008: decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. 4. ed., rev. e atual. Brasília, DF : Secretaria de Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. p 98, 2011.

_______. CNE. CEB. Resolução n. 2, de 11 de setembro de 2001, que institui as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília: 2001.Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf. Acesso em: 6 nov.2018.

_____. Decreto-lei nº 7.611 de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências.Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7611.htm. Acesso em: 20 nov.2018.

_____. Decreto-lei nº 13.146 de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com deficiência ( Estatuto da Pessoa com Deficiência).Disponível em: http://www.punf.uff.br/inclusao/images/leis/lei_13146.pdf. Acesso em: 10 nov.2018.

CARVALHO, Maria do Carmo Nacif de. Relacionamento interpessoal: como preservar o sujeito coletivo. Rio de Janeiro: LTC, 2009.

CARVALHO, R. E. Removendo barreiras para a aprendizagem. Rio de Janeiro: WVA, 2008.

COELHO, Evene Thais Austríaco.Panorama inclusivo na perspectiva do ensino de ciências em escolas de nível fundamental da cidade de Codó – MARANHÃO 2016. Trabalho de Conclusão de Curso- (Licenciatura em Ciências Naturais) Universidade Federal do Maranhão, 2016.

FONSECA, Delma Francisco da. Educação inclusiva: um estudo sobre a educação inclusiva em uma escola do distrito federal.2015.Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar) -Universidade de Brasilia, 2015.

GLAT, R. & NOGUEIRA, M. L. de L. Políticas educacionais e a formação de professores para a educação inclusiva no Brasil. Revista Comunicações. vol. 10, n. 1, p.134-141, 2003. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacoes/article/view/1647. Acesso em: 10 nov.2018.

INEP (BRASIL). consulta matrícula. Disponível em: http://inep.gov.br/dados/consulta-matricula. Acesso em: 22.out.2018.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

LUZ, Eloisa Rodrigues da. O ensino de química para surdos: uma análise a partir da triangulação de dados. Trabalho de Conclusão de Curso - Instituto Federal de Goiás, Anápolis, 2016.

MARQUES, Clara Virginia. Perfil dos cursos de formação de professores dos programas de licenciatura em química das instituições públicas de ensino superior da região nordeste do Brasil.2010.Tese- (Doutorado em Química) Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.

MINETTO, M. F. O currículo na educação inclusiva: entendendo esse desafio. 2 ed. Curitiba: IBPEX, 2008.

MIRANDA, Arlete Aparecida B. Educação Especial no Brasil: desenvolvimento histórico. Cadernos de História da Educação, v. 7, p.29-34, 2008. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/1880. Acesso em: 22.out.2018.

NASCIMENTO. L. B. P. A importância da inclusão escolar desde a educação infantil. 2014. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

NASCIMENTO, Rosangela Pereira do. Preparando Professores para Promover a Inclusão de Alunos com Necessidades Educacionais Especiais. Dia A Dia Educação: Portal Educacional do Estado do Paraná. Londrina, p. 1-19. Ago. 2009.Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2496-8.pdf. Acesso em: 22.out.2018.

OLIVEIRA, Mayara Lustosa; ANTUNES, Adriana Maria; ROCHA, Thiago Lopes; TEIXEIRA, Simone Maria. Educação Inclusiva e a Formação de Professores de Ciências: o papel das universidades federais na capacitação dos futuros educadores. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (belo Horizonte), [s.l.], v. 13, n. 3, p. 99-117, dez. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1983-21172011000300099&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 22 dez.2018.

PLETSCH, D. A formação de professores para a educação inclusiva: legislação, diretrizes políticas e resultados de pesquisas. Educar em revista. n. 33, p. 14–156, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0104-40602009000100010&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 22 dez.2018.

PIRES, Rejane Ferreira Machado. Proposta de guia para apoiar a prática pedagógica de professores de química em sala de aula inclusiva com alunos que apresentam deficiência visual. 2010. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências) -Universidade de Brasília, Brasilia, 2010.

REIS, Rita de Cássia. A construção do conhecimento químico por alunos do ensino fundamental com base no tema fotossíntese. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS (ABRAPEC), Campinas, 2011. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R0797-1.pdf. Acesso em: 22 dez.2018.

SANMARTÍ, N. Avaliar para aprender. Porto alegre: Artemed, 2009.

SILVA, Simone Cerqueira da; ARANHA, Maria Salete Fábio. Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica de educação inclusiva. Revista Brasileira de educação especial, v. 11, n. 3, p. 373-394, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141365382005000300005&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 22 out.2018.

SILVA NETO, Antenor de Oliveira; ÁVILA, Éverton Gonçalves; SALES, Tamara Regina Reis; AMORIM, Simone Silveira; NUNES, Andréa Karla Ferreira; SANTOS, Vera Maria. Educação inclusiva: uma escola para todos. Revista Educação Especial, [s.l.], v. 31, n. 60, p. 81, 11 mar. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/24091. Acesso em: 10 out.2018.

STRAUS, A.; CORBIN, J. Pesquisa Qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento da teoria fundamentada. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 288.

UNESCO. Declaração de Salamanca sobre princípios políticos e práticas na área das necessidades educativas especiais: aprovado por aclamação na cidade de Salamanca, em 10 de junho de 1994. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001393/139394por.pdf. Acesso em: 6. nov. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v27i1.7782

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000