Saberes docentes e pensamento pedagógico brasileiro: perspectivas e interseções a partir das narrativas de professores

Maria de Lourdes Tavares Magalhães, Bernadete Souza Porto

Resumo


A problemática que fundamenta essa pesquisa aponta para a necessidade de desconstrução da concepção puramente técnica da docência, pautada no entendimento de que a ação do professor é uma ação meramente burocrática, instrumental voltada para a transmissão fidedigna dos conhecimentos historicamente elaborados. Contrariando essa concepção restritamente técnica, buscamos contribuir para a construção do entendimento de que os professores são intelectuais críticos. Assim, o objetivo geral deste artigo é compreender as relações estabelecidas entre os saberes docentes e o pensamento pedagógico brasileiro e os objetivos específicos são: compreender o que são saberes docentes, suas características e especificidades; analisar, segundo as narrativas docentes, as relações que os professores estabelecem entre os saberes da docência e o pensamento pedagógico brasileiro. A metodologia adotada é a qualitativa. Para coleta dos dados empíricos fez-se uso da entrevista narrativa conforme orientam Jovchelovitch e Bauer (2012). Para análise dos dados oriundos das entrevistas utilizou-se a técnica de Análise de Conteúdo desenvolvida por Bardin (2011). Os resultados apontam que conforme as diversas teorias pedagógicas, os professores também desenvolvem ao longo do percurso histórico, os saberes do conteúdo, da experiência, da técnica de ensinar, do diálogo gerador de aprendizagens e os saberes pedagógicos.


Palavras-chave


Saberes Docentes; Pensamento Pedagógico Brasileiro; Narrativas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v27i1.8985

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000