Arte, ciência, ensino e método no renascimento: uma reflexão para a contemporaneidade

Agatha Parrilha Silva

Resumo


O presente artigo apresenta uma das discussões sobre a relação entre arte e ciência realizada pelos autores em livros, teses e grupo de pesquisa. Ao abordar a aproximação da ciência com a arte, ressalta-se que, na ciência, ocorre a dificuldade da inclusão do homem no fazer e no compreender, tornando-o muitas vezes um “espectador” do conhecimento que se apresenta como algo externo ao ser; na arte, essa questão é distinta – nela se apresentam maiores possibilidades da inclusão do homem como ser partícipe, criativo, produtivo. O percurso do artigo será o de apresentar questões sobre o ensino da arte da ciência e, na sequência, questões sobre o método utilizado por Leonardo da Vinci, no Renascimento, tendo como foco traçar algumas possibilidades para a aproximação entre arte e ciência na contemporaneidade.

Palavras-chave: Arte-ciência. Ensino de arte. Ensino de física.

Art, science, education and method in the Renaissance: a reflection for the contemporaneity

Abstract

This paper presents a discussion of the relationship between art and science conducted by the authors in books, theses and research group. In addressing the approach of science and art, it is noteworthy that in science the difficulty of inclusion of man in the making and understanding occurs making it often a "spectator" of knowledge that presents itself as something external to be; in art, this issue is different – it presents higher probability of inclusion of man as a participant, creative, productive. The route of the article is to present questions about the teaching of art and science and, as a result, questions about the method used by Leonardo da Vinci during the Renaissance, focusing some possibilities for rapprochement between art and contemporary science.

Keywords: Art-science. Art teaching. Physics teaching.


Palavras-chave


Arte-ciência. Ensino de arte. Ensino de física.

Texto completo:

PDF

Referências


ARGUELLO, C. A. O ensino de ciências: a responsabilidade curricular. Curitiba: SEED, 1992.

ATALAY, Bulent. A matemática e a Mona Lisa: a confluência da arte com a ciência. São Paulo: Mercuryo, 2007.

BARBOSA, A. M. A imagem no ensino da arte: anos 80 e novos tempos. 6 ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

BRASIL. PORTAL DO CNPq. Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico. A Criação. CNPq. Disponível em: >. Acesso em 15 abr. 2014.

BYINGTON, E. O projeto do renascimento. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

CARVALHO, A. M. P de. Introduzindo o aluno no universo das ciências. In: WERTHEIN, J.; CUNHA, C. (Orgs.) Ensino de ciências e desenvolvimento: o que pensam os cientistas. 2 ed. Brasília: UNESCO-Instituto Sangari, 2009. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2014.

FUSINATO, P. A. Formação de professores de física e a prática docente. In: DANHONI NEVES, M. C. et al. (Orgs.). Reflexões sobre o ensino de física no ensino médio: um universo sem fronteiras. 1 ed. Maringá: Massoni, 2009, p. 11-24.

GOMBRICH, E. H. A história da arte. 16 ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999.

HALE, J. R. Renascença. Trad. Ronaldo Veras. Biblioteca de História Universal –LIFE. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1970.

LOPES, J. L. Ciência e liberdade: escritos sobre ciência e educação no Brasil. Rio de Janeiro: editora UFRJ-CBPF/MCT, 1998.

NARDI, R.; ALMEIDA, P. M. de. Formação da área de ensino de ciências: memórias de pesquisadores no Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. São Paulo. v. 4. n. 1. 2004. p. 90-100. Disponível em: . Acesso em 20 abr.2014.

OSINSKI, D. Arte, história e ensino: uma trajetória. São Paulo: Cortez, 2001.

RICHTER, I. A formação do professor de artes visuais em uma perspectiva internacional: implicações para o ensino de arte no Brasil. In: OLIVEIRA, M. O. de; HERNÁNDEZ, F. (Orgs.). A Formação do professor e o ensino das artes visuais. Santa Maria: UFSM, 2005.

ROSA, M. C. A formação de professores de arte: diversidade e complexidade pedagógica. Florianópolis: Insular, 2005.

SILVA, E. M. A.; ARAÚJO, C. M. A formação de professores para o ensino de artes no Brasil: qual o estado do conhecimento? Anped. Disponível em:< http://www.anped.org.br/reunioes/31ra/1trabalho/GE01-4927--Int.pdf>. Acesso em: 20 de abr. de 2014.

SILVA, J.A.P.; MACHADO, M.C.G. Carneiro Leão: a educação popular e a formação de professores. Série-Estudos - Periódico do Mestrado em Educação da UCDB, Campo Grande, n. 17, p. 103-118, jan./jun. 2004.

VALÈRY, P. Introdução ao método de Leonardo da Vinci. São Paulo: editora 34, 1991.

ZAMBONI, S. A pesquisa em arte: um paralelo entre arte e ciência. 3 ed. São Paulo: autores associados, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1620

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PORTAIS & INDEXADORES:

Academic IndexAcademic IndexAcademic Index