Um novo pensar teórico e prático a partir da formação acadêmica integral

Evelin Stahlhoefer Cotta, Margarete Panerai Araujo

Resumo


O presente trabalho visa a entender possíveis vinculações da formação acadêmica e da construção de um novo habitus a partir da educação não-formal oferecida no espaço social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Procura-se relacionar, através da história e da memória institucional de uma Unidade Acadêmica, como as atividades extracurriculares podem permitir a ampliação do capital cultural dos agentes sociais inseridos no campo cultural (acadêmico). Parte-se da teoria bourdiana de reprodução de hierarquias sociais dentro de um campo e apresentam-se alternativas para a mobilidade social. A construção do objeto de pesquisa em desenvolvimento, oferece conclusões provisórias a partir da gênese dos conceitos, tais como, a vinculação da memória institucional com a formação da identidade de grupo; a existência de oportunidades para a criação de um novo habitus e o acúmulo de capital cultural, através da grande oferta de atividades extracurriculares oferecidas na Universidade.

Palavras-chave


Memória Institucional; Habitus; Educação Não-formal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/2236-6377.16.30

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000