Aleturgias: rituais de verdade que se movimentam no Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA) e na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP)

Josaine de Moura Pinheiro

Resumo


Este artigo apresenta um estudo de como rituais de verdade são colocados em operação no Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA) e na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e como eles se conjugam e se reforçam mutuamente, de modo a posicionar os alunos do CMPA como indivíduos assujeitados à racionalidade neoliberal, tornando-os competitivos e empreendedores de si mesmos. Os aportes teóricos que sustentam a investigação advêm do campo da Educação Matemática, vinculam-se às teorizações de Michel Foucault, principalmente àquelas desenvolvidas em suas obras Segurança, Território e População e Do Governo dos Vivos, convergentes às teorizações pós-estruturalistas. A tática metodológica adotada para analisar o material de pesquisa foi balizada pela análise do discurso, tratada e discutida por Michel Foucault. O material de pesquisa abrange documentos do CMPA e o site oficial da OBMEP. O exercício analítico efetivado sobre o material de pesquisa mostrou que as aleturgias colocadas em movimento no CMPA e na OBMEP possuem aproximação de táticas que convergem para os princípios da sociedade de controle e de regulação.


Palavras-chave


Aleturgia; Educação Matemática; CMPA; OBMEP.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v23i1.4240

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000