Desatando os nós da formação do educador de EJA.

Denise Izaguirre Anzorena, Lisandra Herpich

Resumo


A partir de um recorte de uma pesquisa que teve como foco a formação inicial de professores para a educação de jovens e adultos, chamou-nos atenção o questionamento “Quem forma o formador?”. Desde então, lançamo-nos à escuta de nossos pares e percebemos a presença de concepções a contrario sensu à formação inicial. Assim, este estudo se propõe a compreender um dos nós górdios da EJA circunscrito no desafio da formação do educador. A pesquisa qualitativa teve como locus uma Universidade do estado de Santa Catarina. Utilizamos como instrumento de geração de dados a entrevista com três coordenadores dos cursos de licenciatura. Analisamos os dizeres dos coordenadores à luz das ideias de Soares e Machado, bem como em documentos. A relevância deste estudo se dá pelo viés de sujeitos pouco investigados. Os resultados indicam que o nó górdio se faz pela: informalidade com que a EJA é abordada nos cursos de licenciatura; carência de subsídios para prática pedagógica voltada a essa modalidade e ausência de conhecimentos específicos por parte do formador. Pensamos ser esse último, o nó principal a ser desatado, uma vez que existe o campo de atuação na EJA, e o educador, ao ingressar nessa modalidade, “cai de paraquedas”, em parte, pelas lacunas existentes em sua formação. Intencionamos contribuir com uma discussão que aqui não se encerra, mas, antes sim, pretende suscitar reflexões que promovam um alargamento sobre o espaço conferido à EJA nos cursos de licenciatura da Universidade.

 

Palavras-chave: Educação de adultos; Formação Inicial de Professores; Educação de Jovens e Adultos; Licenciaturas; Universidade.

Untying the THE KNOTs IN THE FORMATION OF THE EDUCATOR of adult education

Abstract: From a part of a research research that focuses on the initial teacher training for youth and adults called us the attention to the question "Who forms the former?". Since then, we began to listen to our colleagues and perceive the presence of a contrario sensu conceptions to the initial training. Thus, this study aims to understand one of the Gordian knots of adult education circumscribed in the challenge of training of the educator. The qualitative research had as its a locus University of Santa Catarina. We used as an instrument og data generation the interview with three coordinators of undergraduate programs We analyzed the words of the coordinators in the light of the ideas of Soares and Machado, as well as documents. The relevance of this study takes the perspective of subjects poorly investigated. The results indicate that the Gordian knot is made by: informality with which adult education is addressed in undergraduate programs; lack of support for pedagogical practice focused on this modality and the absence of specific knowledge by the trainer. We think it is this last, the main node to be unleashed since there is the playing field in the adult education, and educator, to join in this modality is "taken by surprise", partly by the gaps in their education. We intend to contribute to a discussion that does not end here, but aims to raise ideas that promote an enlargement on the space given to adult education in undergraduate programs at the University.

Keywords: Adult Education, initial teacher training, Youths and Adults Education, Undergraduate Programmes, Universities.


Palavras-chave


Educação; adultos; Formação Inicial; Professores; Educação de Jovens; Licenciaturas; Universidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/456

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000