Sentidos produzidos por professoras alfabetizadoras sobre a aprendizagem do ensino da leitura no contexto do PNAIC

Fabíola Mônica da Silva Gonçalves, Sandra Patrícia Ataíde Ferreira

Resumo


Pensa-se a leitura como uma prática constituída das dimensões social, cultural e histórica, que remete à produção de sentidos, a práticas variadas de leituras e à subjetividade do leitor (DIONÍSIO, 2005; OLIVEIRA; FONSECA, 2016). Aliando-se também à perspectiva sócio-histórica em psicologia, assume-se que a subjetividade do leitor é constituída na relação dialética sujeito-realidade social, produzida no processo histórico de constituição da vida social (BOCK; AGUIAR, 2016). Entende-se, então, que em um contexto em que ocorre a formação de alfabetizadores no território brasileiro mediada pelo Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), faz-se necessário apreender a significação dos professores sobre a formação no processo de ensino da leitura, concebido como um dos eixos que compõe o processo de alfabetização. Assim, tem-se como objetivo geral apreender os sentidos produzidos por professores sobre a formação para o ensino e aprendizagem da leitura na escola básica no contexto de formação profissional promovido pelo PNAIC. Como objetivos específicos pretendem-se: (i) analisar como os professores significam os processos de aprendizagem e desenvolvimento que fundamentam o PNAIC e que engendram a sua formação como sujeito-leitor; (ii) entender como esses profissionais significam as atividades de leitura constituídas no contexto da escola e na sala de aula com o advento da formação promovida pelo PNAIC; (iii) interpretar como os professores pensam recriar na realidade escolar a proposta de ensino de leitura promovido pelo PNAIC. Assim, foi realizado um estudo tendo como delineamento de pesquisa o Estudo de Caso Múltiplos (YIN, 2001), no qual foi utilizada a entrevista semiestruturada com duas professoras alfabetizadoras e, para a análise, foi adotada a perspectiva dos núcleos de significação proposta por Aguiar e Ozella (2006, 2013). Em linhas gerais, evidenciaram-se os avanços e os pontos que necessitam de reformulações com vistas a construção do sujeito-leitor constituintes da realidade educacional do processo de alfabetização.

Palavras-chave


Ensino e aprendizagem da leitura; Professor alfabetizador; PNAIC; Núcleos de significação.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, W. M. J.; OZELLA, S. Núcleos de Significação como instrumento para a apreensão da Constituição dos sentidos. Psicologia Ciência e Profissão, v.26, n.2, p. 222-245, 2006.

AGUIAR, W. M. J.; OZELLA, S. Apreensão dos sentidos: aprimorando a proposta dos núcleos de significação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 94, n. 236, p. 299-322, jan./abr., 2013.

AGUIAR, W. M.; SOARES, J. R; MACHADO, V. C. Uma proposta histórico-dialética da apreensão de significados. Cadernos de Pesquisa. v. 45, n 155, p. 56-75, jan/mar., 2015.

ANDRADE, L. T. Professores-leitores e sua formação: transformações discursivas de conhecimento e de saberes. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica, 2004.

ARANHA, E. G.; A dimensão subjetiva da gestão escolar: uma análise a partir dos sentidos e significados de participantes de equipes gestoras sobre a atividade desenvolvida. In: A dimensão subjetiva do processo educacional. AGUIAR, W. M. J.; BOCK, A. M. B. (orgs.) São Paulo: Cortez, 2016, p. 181-205.

BOCK, A. M. B.; AGUIAR, W. M. J. de. A dimensão subjetiva: um recurso teórico para a Psicologia da Educação. In: ______ (Orgs.). A dimensão subjetiva do processo educacional: uma leitura sócio-histórica. São Paulo: Cortez, 2016. p. 43-59

BRASIL. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: formação do professor alfabetizador: caderno de apresentação. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. - Brasília: MEC, SEB. 2012. 40p.

CLOT, Y. Trabalho e poder de agir. Trad. De Guilherme João de Freitas Texeira e Marlene Machado Zica Vianna. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

DIONÍSIO, M. de L. Literatura, leitura e escola. Uma hipótese de trabalho para a construção do leitor cosmopolita. In: PAIVA, A.; MARTINS, A.; PAULINO, G.; VERSIANI, Z. Leituras literárias: discursos transitivos. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica, 2005. p. 71-84

FERREIRA, S. P., A. LIMA, M. P., T. N.; GONÇALVES, F. M. da S. A interlocução entre aluno-leitor/autor em sala de aula e a mediação do docente universitário. Psicologia: Teoria e Prática, v. 13, n. 1, p. 62-74, 2011.

KLEIMAN, A. B. Modelos de letramento e as práticas de alfabetização na escola. In: ______ (Org.). Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social escrita. Campinas, SP: mercado das Letras, 1995. p.15-61

KLEIMAN, A. B. Formação do professor: retrospectivas e perspectivas na pesquisa. In ______ (Org.). A formação do professor: perspectiva da linguística aplicada. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2001. p. 13-35

MACHADO, A. R. Diários de leituras a construção de diferentes diálogos na sala de aula. In: ABREU-TARDELLI, L. S; CRISTÓVÃO, V. L. L. (Orgs.). Linguagem e Educação o ensino e a aprendizagem de gêneros textuais. Campinas, SP Mercado das Letras, 2009. p. 71-91.

OLIVEIRA, A. R.; FONSECA, H. O. Leitura, concepções, práticas e representações. In: KLEIMAN, A. B.; ASSIS, J. A. (Orgs.). Significados e ressignificações do letramento: desdobramentos e uma perspectiva sociocultural sobre a escrita. Campinas, SP: Mercado das letras, 2016. p.307-329

SILVA, E.T. O professor leitor. In: SANTOS, F.; NETO, J. C. M.; RÖSING, T. M. K. (Orgs). Mediação de leitura: discussões e alternativas para a formação de leitores. São Paulo: Global, 2009. p. 23-36.

VIGOTSKI, L.S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

VYGOTSKI, S. L. Interação entre aprendizado e desenvolvimento. In: ______. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1991. p. 53-61

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. São Paulo: Bookman, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v24i1.4568

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000