Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e as Políticas Educacionais orientadas por organismos internacionais

Sibele Leandra Penna Silva, Amelia Carla Sobrinho Bifano

Resumo


O presente estudo trata da compreensão de criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia como atendimento à lógica capitalista disseminada por setores sociais e organismos internacionais. Dentro deste enfoque, o estudo tem como fundamento documentos oriundos do Banco Mundial direcionados para a educação nos países em desenvolvimento e publicação do Ministério da Educação e Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica com enfoque em explicar a criação do novo sistema de ensino institucionalizado. A base deste estudo é a Análise de Discurso Crítica (ADC) como aporte teórico e metodológico fundamentado em estudos de Normam Fairclough (2001), por meio do qual os Institutos Federais propiciam responder aos interesses expressos nos modelos contidos nas orientações internacionais, como o Banco Mundial.


Palavras-chave


Ensino Profissional e Tecnológico; Institutos Federais; Banco Mundial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v25i3.6412

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000