Interculturalidade institucional: desafio premente para uma causa emergente

Genivaldo Frois Scaramuzza, Orlandina de Souza, Eliete de Souza Oliveira

Resumo


A proposta deste material é comunicar saberes que leve em consideração a ideia de uma interculturalidade institucional. Imagina-se que a prática institucional, em especial dos espaços formativos, tais como as universidades, devem ser desafiadas a construírem referenciais que levem em consideração as diferenças. Destaca-se que o objetivo mobilizador do estudo foi descrever possíveis tensões ligadas a interculturalidade em práticas institucionais documentais do curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural da Universidade Federal de Rondônia – UNIR. A principal metodologia utilizada assenta-se em uma perspectiva investigativa documental (KRIPKA; SCHELLER; BONOTTO, 2015) em que a escrita é vista como narrativa coletiva e “síntese” dos espectros sistêmicos que entrelaçam a história como fato e performance. O campo teórico escolhido, refere-se a perspectiva crítica da interculturalidade expresso pelo Grupo Modernidade/Colonialidade para quem, o termo deve ser visto em suas características políticas, éticas e epistêmicas. Os resultados preliminares indicam que no âmbito institucional a intercultutralidade ainda é um conceito desconhecido, necessitando a reconstrução de abordagens e discussão formativa para sua concretização. 


Palavras-chave


Interculturalidade; Institucional; Práticas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v26i1.7542

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000