A prática docente em aulas remotas do ensino médio: potencialidades e fragilidades

Yasmin Leon Gomes, Cleo Mann Pereira, Mireile Pacheco França Costa, Pura Lúcia Oliver Martins

Resumo


Esse artigo é fruto de uma análise da prática docente em aulas remotas, do Ensino Médio, cujo objetivo é analisar as potencialidades e fragilidades do processo de ensino-aprendizagem no contexto de pandemia da COVID –19. Para tal empreendemos uma pesquisa qualitativa, com uso de Grupo Focal que conforme Gatti (2005) é uma técnica que possibilita coletar dados de um grupo de pessoas, de forma homogênea ou heterogênea, em que há um diálogo, uma interação entre os participes. Para a tratativa, interpretação e análise do material coletado, recorremos à análise de conteúdo, postulada por Franco (2005).  Para fundamentar a análise a confrontamos pressupostos teóricos de Tardif (2000), Tardif e Raymond (2000), Shulman (1986), Garcia (1999), Moreira, Henriques e Barros (2020) e Moreira e Schlemmer (2020). Nesse ínterim, a partir da teoria estudada e dos dados coletados, criamos indicadores das potencialidades e fragilidades para nossa análise e percebemos que, mesmo em meio a todas as demandas, o que se destacou foi que através do trabalho em equipe e das atividades interdisciplinares, os professores aprenderam muito uns com os outros e com seus alunos e o resultado foi de superação em meio a tantas mazelas que a pandemia trouxe.

Palavras-chave


Educação; Prática; Docente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v27i1.8820

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000