O que dizem os alunos sobre o uso de Mapas Mentais e Mapas Conceituais para sua aprendizagem?

Ana Telma da Silva Miranda, Mariana Guelero do Valle

Resumo


Este trabalho teve como objetivo analisar as percepções dos alunos sobre a construção de Mapas Mentais e Mapas Conceituais destacando as características individuais de cada um. A pesquisa foi realizada com trinta e seis alunos do Ensino Médio de uma escola pública de São Luis/MA.  Para coleta de dados foram utilizados questionários, respondidos pelos participantes após vivencias com a construção de mapas em sala de aula. Os dados foram analisados segundo o referencial da análise de conteúdo de Bardin. Os resultados apontam que os alunos compreenderam as finalidades dos mapas como recursos de apoio a aprendizagem. Alguns apresentaram dificuldades na construção de Mapas Conceituais, devido a necessidade de seguir as regras de elaboração pela falta de prática. Na percepção deles, a utilização dos Mapas Mentais ajuda na organização das ideias e, de forma geral o processo de elaboração de mapas, sejam mentais ou conceituais podem facilitar o processo de aprendizagem.


Palavras-chave


Mapas Mentais; Mapas Conceituais; Percepção de alunos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v27i2.9788

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000