A educação física e a prevenção da obesidade infantil no ensino fundamental II

Demetrius Cavalcanti Brandão, Abraham Lincoln de Paula, Davi Moreira Lima Romcy, Neide Holanda da Silva, Stela Lopes Soares

Resumo


O estudo objetivou identificar a visão do profissional de Educação Física na prevenção da obesidade em crianças do ensino fundamental ll. Foi um estudo descritivo, transversal, e com abordagem qualitativa, realizado em duas escolas do Ceará, com 20 profissionais de Educação Física atuantes na área. Utilizou-se um questionário contendo 4 questões relacionadas ao papel do educador e sua contribuição na conscientização da obesidade junto aos seus alunos. Os resultados mostraram que 85% dos voluntários consideraram importante sua participação na elaboração do PPP da escola. 90% dos entrevistados vêem os temas transversais como algo que vem a favorecer suas aulas, devendo fazer parte do conteúdo das aulas. Para 85% dos professores, as aulas de educação física são um momento oportuno para abordar e conscientizar seus alunos sobre a obesidade. 85% dos educadores afirmaram ser capazes de intervir diante da problemática. Os profissionais gostariam de participar mais efetivamente na elaboração do PPP de suas escolas, e consideram importante a utilização de temas transversais, sendo possível integrá-los as aulas. Os educadores consideram-se capazes de intervir influenciando no comportamento e nos hábitos de vida dos seus alunos.


Palavras-chave


EEducação física escolar. Prevenção. Obesidade infantil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rcd.v10i22.4748

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PORTAIS & INDEXADORES:

Academic IndexAcademic IndexAcademic Index