A prática docente no IFTO campus Araguatins: um olhar sobre a práxis da cultura afro-brasileira

Cássia Maria de Sousa Pereira, Mary Lucia Gomes Silveira de Senna, Rivadávia Porto Cavalcante, Weimar Silva Castilho

Resumo


Este estudo tem como objetivo verificar como professores que ministram disciplinas no 3º ano do Curso Técnico em Agropecuária no Instituto Federal do Tocantins (IFTO) campus Araguatins compreendem e abordam cultura e temas afro-brasileiros. A pesquisa teve cunho exploratório com abordagem qualiquantitativa por meio de pesquisa bibliográfica e de aplicação de um formulário Google elabora em onze questões fechadas e uma questão aberta, pautadas em temas relacionados à formação continuada, racismo estrutural, preconceito escolar, presença da temática afro-brasileira em livros didáticos e em sala de aula, participação docente em eventos e conhecimento referente aos marcos legais sobre temática, seguindo-se o modelo da escala Likert. O formulário em questão foi enviado a vinte e quatro professores via GoogleClassroom, obtendo, portanto, dezessete respostas. Embora o estudo sinalize para avanços na implementação da Lei n. 10.639/2003 em específico sobre o reconhecimento da temática e compreensão da importância de sua práxis pelos professores em sala de aula, muito ainda é preciso ser feito em termos de ações voltadas para a descolonização do currículo e implementação de ações pedagógicas que superem práticas monoculturais centradas nos princípios do eurocentrismo hegemônico.

Palavras-chave


Cultura afro-brasileira. Práticas pedagógicas. Racismo estrutural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rcd.v14i33.9500

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PORTAIS & INDEXADORES:

Academic IndexAcademic IndexAcademic Index