A experiência de ser pai: um estudo fenomenológico sobre constituição identitária

Gilberto Ferreira Barreiros, Heloisa Szymanski

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo o estudo da constituição identitária de homens pais a partir de narrativas de suas práticas educativas junto aos filhos. Seguiu-se a proposta de Ricoeur (1991) na compreensão do fenômeno da constituição identitária. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de base fenomenológica, que teve como procedimento a realização de encontros reflexivos propostos por Szymanski (2012) cujos temas versavam sobre a condição paterna na educação dos filhos. O procedimento de análise balizou-se no enfoque da hermenêutica de Ricoeur (1978). A narração de suas experiências proporcionou uma ativa reorganização e uma autointerpretação dos sentidos no processo de constituição identitária.


Palavras-chave


Constituição identitária; Homens Pais; Narrativa; Fenomenologia; Hermenêutica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/1067

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000