A PRODUÇÃO ACADÊMICA SOBRE O PIBID DE GEOGRAFIA E O EDITAL 66/2013: Uma análise do maior programa de Formação de Professores brasileiro

glauber barros alves costa, Maria Iolanda Monteiro

Resumo


O presente artigo é parte da pesquisa de doutorado em Educação desenvolvida no programa de Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). A ideia central do projeto de tese é analisar a política pública de formação de professores de Geografia no território brasileiro, especificamente enfocando o Programa de Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) de Geografia. Para este recorte de estudo, apresentamos uma pesquisa documental, com a investigação desenvolvida nos principais repositórios nacionais, a partir de palavras-chaves ‘PIBID e PIBID de Geografia’ para levantamento da produção acadêmica sobre o tema. Como resultados verificou-se que dois fatores demonstram a pouca produção sobre o PIBID de Geografia no país: primeiro, o pouco tempo de efetivação da política pública para produção de resultados em pesquisas; e segundo, a contração do campo na pesquisa em Ensino de Geografia nos programas de Pós-graduação de Geografia nas universidades brasileiras.

Palavras-chave: GEOGRAFIA; PIBID; FORMAÇÃO DE PROFESSORES.


Palavras-chave


GEOGRAFIA; PIBID; FORMAÇÃO DE PROFESSORES.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Relatório de Gestão PIBID. Diretoria de Formação de Professores da Educação Básica – DEB, Brasília: CAPES, 2013.

BRASIL. Edital do PIBID nº 66, Brasília – DF, 2014.

BRASIL. Projeto PIBID CAPES, Brasília - DF, 2010.

CARVALHO, Luline Silva. PIBID de Geografia na Universidade Federal de Goiás: Proposta e Experiências Formativas Jataí (GO). 159f. 2016. Dissertação de mestrado. UFG: Jataí – GO. 2016.

CELLOS, M. A. Licenciandos em Geografia e o uso das TIC no Programa de iniciação à Docência-PIBID/UFMT. 112f. 2014. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Mato Grosso, UFMT. Cuiabá. 2014.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. 31. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREITAS, Anniele Sarah Ferreira de. Formar Professores Pesquisadores numa Escola de Bacharéis: a Cultura do PIBID de Geografia da UNICAMP. 152f. 2016. Dissertação de mestrado. UNICAMP: Campinas- SP. 2016.

FURNALETTO, Flávio Rodrigo. O tornar-se professor: Um estudo sobre a mudança de sentido pessoal no processo de formação inicial. In: SANTOS, Adriana Regina de Jesus dos Santos (organizadores) [et al.]. Experiências e reflexões na formação de professores. Londrina: UEL, 2012.

GIROTTO, E. D. Entre a Escola e a Universidade: O Produtivismo-Aplicacionismo na Formação de Professores em Geografia. 237f. 2013. Tese de doutorado. Universidade de São Paulo - USP. 2013.

LACOSTE, Yves. A Geografia - Isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. 19 ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 1993.

PESCE, Marly Krüger de. ANDRÈ, Marli Elisa Dalmazo Afonso de. Formação do professor pesquisador na perspectiva do professor formador. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 04, n. 07, p. 39-50, jul./dez. 2012.

SUERTEGARAY, Dirce Maria Antunes. Rumos e Rumores da Pós-graduação e da Pesquisa em Geografia no Brasil. REVISTA da ANPEGE, v. 3, 2017.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 16. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

WOITOWICZ, Eliete. A formação inicial de professores de geografia no PIBID/UNIOESTE - Campus de Marechal Candido Rondon - PR (2011-2015). 146f. 2016. Dissertação de mestrado. UNIOESTE, Marechal Candido Rondon. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.18316/recc.v24i2.4391

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN: 2236-6377

UNILASALLE - Av. Victor Barreto, 2288 Centro Canoas/RS Cep: 92.010-000