Gamificação no ensino infantil: um exemplo de aplicação

Tauller Augusto de Araújo Matos, Jardelino Menegat

Resumo


Este artigo discute a utilização de jogos na Educação Infantil, mais especificamente sobre o método intitulado gamificação. Inicialmente, faz-se uma abordagem bibliográfica com embasamento teórico de autores como Vygotsky, Piaget e Benjamin, entre outros que fundamentam a utilização de brincadeiras e jogos educacionais, bem como as atividades lúdicas no processo de ensino-aprendizagem das crianças. Um método que faz uso dos elementos e dinâmica dos jogos, mas necessariamente não é jogado como o game, é a gamificação. Assim apresenta-se o conceito de gamificação e como ela pode contribuir para o engajamento dos alunos no processo de ensino-aprendizagem. O objetivo deste estudo é correlacionar as teorias dos autores supracitados de forma a impulsionar a gamificação como meio propulsor no processo de ensino-aprendizagem. Neste contexto, por meio de uma pesquisa empírica, descritiva e exploratória construiu-se um exemplo prático de como o professor pode criar o seu primeiro projeto de gamificação para o ensino infantil. Após analisar a teoria e navegar pelo exemplo prático, é possível verificar a gamificação como instrumento mediador para potencializar a aprendizagem e o comprometimento dos alunos.


Palavras-chave


aprendizagem.Engajar. Lúdico. Game. Brincadeira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rcd.v14i33.9927

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PORTAIS & INDEXADORES:

Academic IndexAcademic IndexAcademic Index